top of page
  • Foto do escritorcontatogilsonss

IGREJA BATISTA. Batismo de fé. A conversão pelo Espírito Santo.

A Igreja Batista é uma igreja cristã qualificada pelo "batismo de fé", não reconhecendo como válido o batismo de crianças. O batismo de fé, é realizado sempre por imersão. Ele é interpretado como um compromisso bíblico e público da fé do fiel na doutrina.



A base da doutrina batista se fundamenta na reforma protestante iniciada por Martinho Lutero na Europa em 1517. A partir dela, vários segmentos cristãos como o luteranismo, o presbiterianismo, o adventismo, o anabatismo e outros, desenvolveram suas doutrinas segundo suas interpretações particulares da Bíblia. O segmento dos cristãos BATISTAS, junto com os ANABATISTAS, tomou uma postura bem radical às definidas por Lutero, Calvino e Zuinglio, líderes da reforma protestante. Os BATISTAS não aceitaram o batismo infantil por julgar que as crianças não teriam plena consciência do pecado, da fé, da regeneração e da salvação. Também não aceitaram qualquer vinculação das Igrejas com o Estado, julgando que as duas instituições teriam diferentes objetivos e funções.



Há três hipóteses para o surgimento da doutrina batista. A primeira é que os BATISTAS descenderam dos ANABATISTAS. Alguns estudiosos supõem que a denominação BATISTA é uma forma simplificada de ANABATISTA ou aquele que batiza de novo. Hoje, no Brasil, encontra-se poucos grupos ANABATISTAS como os Menoritas e os Amish, sendo um número muito pequeno quando comparado com os BATISTAS.


Outra hipótese de surgimento dos BATISTAS é que eles se originaram no séc. XVI, durante a sedimentação religiosa da reforma, quando reformadores ingleses na Holanda, preferiram não continuar vinculados à Igreja Anglicana.



Há também a Teoria da Sucessão Apostólica que diz que os BATISTAS descenderam de João Batista através de uma sucessão de igrejas que batizavam apenas adultos.


A fé BATISTA é crente no criacionismo descrito no Livro do Gênesis. Creem que as pessoas carregam junto a si o DNA do pecado e que a única forma de eliminá-lo é reconhecer CRISTO como o Salvador. Adota-se o domingo (1º dia da semana) como o "Dia do Senhor". O domingo é dedicado a visitas, ao evangelismo, a reuniões ecumênicas, a leitura da Bíblia e a outras atividades religiosas. Possui duas ordenanças: o BATISMO através da imersão em água e a SANTA CEIA.



Em 10/09/1871, emigrantes americanos fundaram na cidade de Santa Bárbara do Oeste, a 1a. Igreja Batista no Brasil. Eles vieram ao Brasil em busca de terras para cultura agrícola, motivados pela possibilidade de, na época, ainda se poder usar mão-de-obra escravizada. Nos Estados Unidos, a abolição já tinha sido decretada. Em Janeiro de 1879 outros colonos americanos fundaram em uma localidade chamada Estação (hoje a cidade de Limeira), a 2a. Igreja Batista em solo brasileiro. Ambas igrejas, no entanto, destinavam seu funcionamento apenas para os colonos norte-americanos. Não possuiam o caráter evangelizador.



Finalmente, em 15/10/1882 foi organizada a 1a. Igreja Batista Brasileira em Salvador na Bahia, agora sim, com fim evangelizador. Começou aí o crescimento da doutrina BATISTA no Brasil.



As Igrejas BATISTAS são autônomas, porém seguem as orientações de ASSOCIAÇÕES DE IGREJAS BATISTAS, as quais visam manter a coesão das crenças e objetivos. No Brasil, as duas maiores associações batistas são:

  • Convenção Batista Brasileira. No Rio de Janeiro. Filiada à Aliança Batista Mundial. Agrega cerca de 10.000 igrejas e 1.800.000 fiéis.

  • Convenção Batista Nacional. Em Brasília. Também filiada à Aliança Batista Mundial. Reune igrejas que aceitam a doutrina do movimento carismático sobre os dons do Espírito Santo. Agrega cerca de 1.500 igrejas e 400.000 fiéis.


Há também no Brasil, cerca de 400 igrejas BATISTAS autônomas, as quais recusam outras interferências eclesiais que não sejam as da própria igreja. Este grupo reúne igrejas com as seguintes denominações: Igreja Batista Reformada; Igreja Batista Regular, Igreja Batista Bíblica, Igreja Batista Fundamentalista e também a Igreja Batista do Sétimo Dia, a qual é sabatista, também de origem britânica e dissidente da Igreja Adventista do Sétimo Dia.



129 visualizações1 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

1 comentario


Paulo Moura
Paulo Moura
11 may

Obrigado pelas informações

Me gusta
bottom of page