top of page
  • Foto do escritorcontatogilsonss

CURIOSAS HISTÓRIAS DE SANTOS CATÓLICOS - I

Atualizado: 16 de nov.

Afirma-se que mais de 20 mil pessoas foram canonizadas até hoje pela Igreja Católica. Na crença católica, todas as pessoas que morrem em estado de graça, ou seja, sem grandes pecados, entram na comunhão dos santos. A canonização vem através de um longo processo no qual se reconhece que, uma pessoa que pertence a comunhão dos santos, foi responsável por ações ou feitos (milagres), comprovados e reconhecidos.


Diante dessa enorme quantidade de santos encontramos aqueles que apresentaram curiosos fatos marcantes em suas vidas, muitos desses, reconhecidos como milagres, ou então foram protagonistas de lendas ou crenças populares.


Vamos conhecer alguns:


1 Jogar no chão um golinho de bebida pro santo....

SANTO ARNALDO DE SOISSONS - Multiplicou a cerveja!
Santo Arnaldo de Soissons
Santo Arnaldo de Soissons

Nasceu na Bélgica. Ensinou a população local a produzir cerveja. Como não existia saneamento básico, beber cerveja "era até melhor" do que beber água. Foi soldado antes de estudar na abadia de São Medardo na França. Abandonou o episcopado, e decidiu fabricar cerveja. Fato milagroso ligado a ele foi que, após um acidente na sua cervejaria, para não comprometer o abastecimento da população, ele "multiplicou a cerveja". Morreu aos 47 anos.

Junto com ele, estudiosos também apontam outros santos também relacionados a cerveja ou padroeiros da cerveja em seus países, como: Santo Arnulfo de Metz, Santa Hildegarda de Bingen, Santo Agostinho de Hipona, São Lourenço, São Floriano, São Patrício, e outros.


2 Achei São Longuinho! Achei São Longuinho! Achei São Longuinho

SÃO LONGUINHO - Ajuda-nos a encontrar coisas perdidas
São Longuinho
São Longuinho

São Longuinho foi o soldado romano que, para se certificar da morte de Jesus Cristo, perfurou um dos lados do corpo de Jesus. Arrependeu-se depois pelo seu ato e converteu-se ao cristianismo. Ele era baixinho e tinha dificuldade de locomoção. Conta-se que ao perfurar o corpo de Jesus, um pouco de sangue espirrou nos seus olhos e curou seus problemas de visão. O fato de o relacionar a encontrar coisas perdidas vem da lenda que estaria relacionado à baixa estatura dele que durante os banquetes e festas de Roma, pelo fato de ser baixinho, permitia que ele encontrasse objetos caídos no chão debaixo das mesas, entregando-os aos donos.


Muitos católicos solicitam ajuda a ele, ao procurar algo perdido: "São Longuinho, São Longuinho, me ajude a encontrar....(objeto)". Ao encontrar, deve-se dar 3 pulinhos gritando: Achei São Longuinho! Achei São Longuinho! Achei São Longuinho!



3 O santo que morreu duas vezes

SÃO SEBASTIÃO - TEVE Duplo martírio

Primeiro martírio de São Sebastião
Primeiro martírio de São Sebastião

Seu nome, Sebastós, era de origem grega, significando "ser divino". Foi um soldado romano chegando a posição de Capitão da 1ª guarda pretoriana. Visitava os condenados e os convertia ao cristianismo. Foi denunciado por um soldado, e o imperador ordenou que ele publicamente renunciasse à sua fé em Jesus Cristo. Sebastião se negou a fazer esta renúncia. Maximiano, o imperador, ordenou que sua morte fosse sanguinolenta, diante de todos. Assim, os arqueiros receberam ordens para matarem-no a flechadas. Sem roupas, e amarrado num poste, lançaram suas flechas sobre ele. Ferido, deixaram que ele sangrasse até morrer.


Uma cristã chamada Irene, viu que apesar de tantas flexas, ele continuava vivo. Asssim, ela cuidou de seus ferimentos. Depois de curado, novamente se apresentou ao imperador Maximiano e insistiu a favor dos cristãos. Desta vez o imperador mandou que o açoitassem até sua morte e que depois fosse jogado numa fossa, para que ninguém o encontrasse.


4 O padroeiro dos jogos de azar

SÃO CONO DE TEGGIANO - O santo da boa sorte

São Cono de Teggiano
São Cono de Teggiano

Também conhecido como Saint Cuneus ou Saint Canus, é venerado como padroeiro dos jogadores. Nasceu na cidade de Teggiano, na Itália. Ainda jovem, contra a vontade de seus pais, decidiu que seguiria o caminho da fé. Foge então para o mosteiro da ordem de São Bento na cidade de San Nicolas. Os pais imediatamente o perseguem. Ao chegar no mosteiro, São Cono se esconde no forno de pão, e, sem saber, os monges o acendem. Milagrosamente ele consegue se salvar. Seus pais, ao presenciarem o milagre, reconhecem a vocação de seu filho.


Certa vez São Cono encontrou um grupo de marinheiros que havia perdido todo dinheiro em um jogo de dados. Comovido com a situação, deu-lhes um saco de ouro, para que pudessem começar uma nova vida. Por este motivo, ele ficou conhecido como o santo padroeiro dos jogadores.


5 Branco ou Negro?

SÃO BALTAZAR - Um dos reis magos.

São Baltazar
São Baltazar

Conta a história que junto com Gaspar e Melchior, Baltazar foi um dos três reis que visitaram o menino Jesus na manjedoura. Baltazar deu como presente a mirra, simbolizando que Jesus morreria como um grande rei. Ele era oriundo da África. Mesmo assim, Baltazar por séculos foi representado como um homem de cor branca. Só no Séc. XV foi representado como um homem negro. Há rumores que a aceitação como negro fez parte de uma estratégia de conversão dos escravizados ao cristianismo.


6 O matador de dragões

SÃO JORGE - O santo guerreiro

São Jorge
São Jorge

Soldado romano venerado como mártir cristão. Conta-se que, depois de muitas batalhas, ele foi a uma cidade na Líbia que era atormentada por um dragão. A lenda diz que o dragão exigia donzelas ou crianças a seu favor como sacrifício. Ao chegar na cidade, Jorge vê que a filha do rei estava sendo preparada para o sacrifício ao dragão. Isso o revolta e faz com que ele mate o dragão.


Na história oficial, Jorge recusou a renegar a fé cristã, mesmo após várias sessões de tortura pelos romanos, comovendo a todos. É considerado um mártir.



7 Aquele que carrega Cristo

SÃO CRISTOVÃO - Cristo em seus ombros

São Cristovão
São Cristovão

Seu verdadeiro nome era Reprobus. Era muito alto, como um gigante. Certo dia ele se instala a beira de um rio e passa a ajudar com sua altura, os viajantes a atravessarem o rio. Certa vez apareceu uma criança que tinha um peso imenso. Ele teve muita dificuldade em atravessar a criança, quase chegando a morrer afogado junto com ela. Diz-se que esta criança era Jesus. Daí o nome Cristovão - aquele que carrega Cristo


Na história, Reprobus se alistou no exército romano usando o nome de Cristovão. Converteu-se ao cristianismo. Foi denunciado. Diante de um juiz, após várias insistências, não renunciou a Cristo. Foi decapitado. Por este fato, diz-se que Cristóvão ficou conhecido como aquele que carregou Cristo junto a si.


Muitos outros santos também têm histórias de vida curiosas. Aguardem outras publicações sobre o tema.


Como a fé é curiosa.....


50 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo
bottom of page