top of page
  • Foto do escritorcontatogilsonss

TRATAMENTOS DE FERTILIZAÇÃO HUMANA. O julgamento de cada religião.

Atualizado: 16 de nov. de 2023

A ciência a cada dia aprimora cada vez mais os métodos e tratamentos para a fertilização humana, possibilitando um grande número de mulheres a poder gerar uma criança. No entanto, em muitos casos, dependendo do método de tratamento, grandes religiões os desaprovam, devido a não estarem de acordo com seus princípios doutrinários.


Tratamentos para fertilização humana
Tratamentos para fertilização humana

Quais são os tratamentos especializados para a fertilização humana? Como cada grande religião julga cada tratamento? Aprova? Desaprova? Ou deixa a decisão para o próprio fiel? (Livre-arbítrio)


Tais informações serão a seguir mostradas. Foram obtidas no artigo: "A Ética, as Leis e as Religiões nos tratamentos de fertilização. O permitido e o proibido" publicado pelo Instituto Paulista de Ginecologia e Obstetrícia - IGPO no site http://vidaconcebida.com.br, consultado em 30/09/2023. Esse artigo apresenta entrevistas com expressivas autoridades de cada religião. Cada qual apresenta sua opinião sobre o método proposto, expressando seu julgamento entre as opções: APROVADO, REPROVADO ou LIVRE ARBÍTRIO (Decisão do fiel).


Nosso objetivo aqui é apresentar de forma concisa as opiniões das autoridades religiosas. Elas serão expressadas em quadros destinados a cada tratamento, através das seguintes figuras:

Cabe ressaltar que, mesmo sendo de uma expressiva autoridade, entende-se que o julgamento apresentado não representa uma posição oficial da instituição religiosa.


Vamos lá !


1º Tratamento - COITO PROGRAMADO


Consiste na administração de medicamentos visando estimular o crescimento do folículo ovariano, de modo a levar à liberação do óvulo. É uma técnica pouco invasiva. A seguir, as opiniões de cada religião:


Opiniões religiosas para o coito programado
Opiniões religiosas para o coito programado

2º Tratamento - INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL


Consiste em depositar o sêmen diretamente na cavidade uterina da mulher, durante seu período fértil. É uma técnica que aumenta consideravelmente as chances de conceber uma gravidez. Abaixo, as opiniões das autoridades religiosas:


Opiniões religiosas para a Inseminação Artificial
Opiniões religiosas para a Inseminação Artificial

3º Tratamento - FERTILIZAÇÃO IN VITRO


Consiste em fertilizar os óvulos com os espermatozoides em um ambiente ambulatorial e controlado. O cultivo dos embriões é realizado fora do corpo da mulher e, posteriormente, transferidos ao útero. As opiniões das autoridades religiosas estão expressas a seguir:


Opiniões religiosas para a Fertilização in Vitro
Opiniões religiosas para a Fertilização in Vitro

4º Tratamento - DOAÇÃO DE EMBRIÕES


Um embrião é formado pela união entre o gameta masculino e o feminino. Ao ocorrer a fecundação, é gerada uma estrutura chamada zigoto. Após as primeiras etapas de divisão celular, o óvulo fecundado passa a ser um embrião. A doação de embriões é feita por casais que também são ou foram pacientes e que decidiram congelar os embriões excedentes para futuramente utilizá-los, ou não, numa nova gestação. A seguir as opiniões das autoridades religiosas:


Opiniões religiosas para a doação de embriões
Opiniões religiosas para a doação de embriões


5º Tratamento - CONGELAMENTO DE ÓVULOS


É um procedimento em que os óvulos da mulher são captados e colocados em nitrogênio líquido, onde são congelados e mantidos numa temperatura de cerca de 200 graus Celsius negativos. Abaixo, quadro demonstrativo das opiniões das autoridades religiosas:




6º Tratamento - CONGELAMENTO DE EMBRIÕES


O congelamento de embriões é um método que busca preservar a fertilidade de uma mulher que necessita adiar a maternidade por questões pessoais ou médicas. O embriões assim são congelados, preservando-se sua qualidade. As opiniões das autoridades religiosas sobre este tratamento estão expressas a seguir:




7º Tratamento - DOAÇÃO DE SÊMEN / ÓVULOS


A doação de óvulos ou sêmen é um procedimento indicado a casais inférteis onde, um ou ambos não possuem gametas, e também em casos em que possa ocorrer transmissão de doenças genéticas a descendentes.



Finalizando resta comentar que não é intenção deste post explicar em detalhes cada tratamento de fertilização, mas sim, de forma resumida, apresentar o pensamento de cada religião, e compará-los.


Como a fé é curiosa.....


41 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page