top of page
  • Foto do escritorcontatogilsonss

São muitas Nossa Senhora, mas uma só Maria

Atualizado: 11 de ago. de 2023

Cerca de 1100 diferentes denominações existem para reverenciar Maria, a mãe de Jesus Cristo, a mãe de Deus. Conhecida também como Nossa Senhora, Maria de Nazaré, Virgem Maria, Santíssima Virgem e Rainha do Céu.


Representação de Maria de Nazaré
Representação de Maria de Nazaré

Só existe uma Maria. Uma só Nossa Senhora. Cada uma das imagens, formas e nomes de Nossa Senhora, representa o jeito humano de expressar a sua devoção. Maria se apresenta a nós da forma que necessitamos.


A devoção cristã à Maria vem desde o século II. Em 431 d.C surgiu uma liturgia dedicada a ela logo após o Concílio de Éfeso que, oficialmente, a considerara como Mãe de Deus (Teótoco). A mais antiga oração dedicada à Maria é "Sob a vossa Proteção" (Sub tuum praesidium) oriunda do século II. Seu texto foi redescoberto em 1917 em um papiro no Egito. Eis a oração:


"A vossa proteção recorremos, Santa Mãe de Deus. Não desprezeis as nossas súplicas em nossas necessidades, mas livrai-nos sempre de todos os perigos, ó Virgem gloriosa e bendita".


A Virgem em Prece. Sassoferrato, 1650
A Virgem em Prece. Sassoferrato, 1650

Em 313 d.C foi assinado o Édito de Milão, um documento que determinou que o Império Romano seria neutro quanto aos credos religiosos, acabando oficialmente com a perseguição aos cristãos. Surgem assim, as primeiras imagens de Maria. Grandes igrejas dedicadas a Ela começam a ser construídas.


Muitas lendas surgiram na Idade Média bendizendo Maria, a sua vida, as suas graças e os seus conselhos. Algumas incluíam seus pais: Santa Ana e São Joaquim. Sua popularidade então cresceu muito, principalmente depois do Vaticano no século XII designar Maria como medianeira das graças.


Maria sendo coroada como Rainha do Céu e da Terra
Maria sendo coroada como Rainha do Céu e da Terra

Os cristãos hoje a consideram como a primeira pessoa adepta ao cristianismo. Nos evangelhos, Maria é chamada de Virgem pelos evangelhistas Matheus e Lucas. Em cada país, cidade, comunidade ou lar católico, a Virgem Maria é invocada das mais diferentes formas, conforme a fé e a devoção popular. Maria é uma das personagens mais marcantes da história religiosa mundial.


Doutrinas Marianas


O Vaticano referenda cinco doutrinas específicas à Maria. São elas:


  • Mãe de Deus (Teótoco). Maria, por ser a mãe de Jesus, é considerada Mãe de Deus. Doutrina referendada no 1º Concílio de Éfeso em 431 d.C. É aceita por católicos romanos, ortodoxos, anglicanos, luteranos, protestantes e mórmons;

  • Nascimento Virginal de Jesus. Concepção milagrosa de Jesus por ação do Espírito Santo, permanecendo virgem após o parto. Validada no 1º Concílio de Nicéia em 325 d.C. e no Concílio de Latrão em 649 d.C. É aceita por católicos romanos, ortodoxos, anglicanos, luteranos, metodistas e mórmons;

  • Perpétua Virgindade. Doutrina que afirma que Maria permaneceu virgem durante toda sua vida. Referendada no 2º Concílio de Constantinopla em 533 d.C. É aceita por católicos romanos, ortodoxos, parte dos anglicanos e dos luteranos e por metodistas;

  • Imaculada Conceição. Afirma que Maria foi concebida sem o pecado original. Validada pela encíclica do papa Pio IX em 1854. É aceita por católicos romanos, parte dos anglicanos e parte dos luteranos;

  • Assunção de Maria. Crença que Maria foi levada de corpo e alma para o céu. Doutrina referendada pela encíclica do papa Pio XII em 1950. Aceita por católicos romanos, ortodoxos, parte dos anglicanos e parte dos luteranos.


Nossa Senhora da Conceição Aparecida
Nossa Senhora da Conceição Aparecida

Os diversos títulos de Nossa Senhora


No mundo, são conhecidos e estão catalogados cerca de 1100 nomes ou títulos referentes à Nossa Senhora. Todos eles são referentes a um dos eventos ou motivos descritos a seguir:


  • Títulos devido aos privilégios de Maria oriundos de sua missão divina, e diretamente relacionados com as doutrinas marianas antes descritas. São eles: Nossa Senhora Mãe de Deus, Nossa Senhora de Assunção, Virgem Maria e Imaculada Conceição;


  • Títulos devido às suas aparições em diversos locais no mundo. A igreja católica reconhece muito poucas aparições como sendo dignas de fé como as aparições em Fátima. Alguns exemplos: Nossa Senhora de Aparecida, Nossa Senhora de Fátima, Nossa Senhora de Lourdes, Nossa Senhora de Guadalupe, Nossa Senhora de Akita (Japão);

Capela de Nossa Senhora de Fátima - Figueiredo - Portugal
Capela de Nossa Senhora de Fátima - Figueiredo - Portugal

  • Títulos devido às suas virtudes como mulher, mãe e cristã. Alguns exemplos: Nossa Senhora do Bom Conselho, Nossa Senhora Rainha da Fé, Nossa Senhora da Boa Morte (proteção aos agonizantes);


  • Títulos decorrentes de fatos que marcaram a sua vida. Alguns exemplos: Nossa Senhora de Belém, Nossa Senhora de Anunciação, Nossa Senhora de Visitação, Nossa Senhora da Apresentação, Nossa Senhora do Desterro, Nossa Senhora das Dores, Nossa Senhora das Lágrimas;


Nossa Senhora da Medalha Milagrosa
Nossa Senhora da Medalha Milagrosa

  • Títulos sacramentais relacionados a sua consagração. Alguns exemplos: Nossa Senhora do Carmo, Nossa Senhora da Medalha Milagrosa, Nossa Senhora do Rosário.


Conhecer as doutrinas e os títulos de Nossa Senhora mostra o poder da fé humana. Uma única pessoa representada de diversas maneiras, com pele de cor branca, parda, negra ou amarela; com olhos azuis, pretos, verdes ou castanhos; com cabelos morenos, loiros ou ruivos. Todas as formas fruto da expressão cultural do povo. Sem falar nos milagres atribuídos a cada uma delas.


Catedral Basílica Santuário Nacional de Nossa Senhora Conceição Aparecida - Brasil
Catedral Basílica Santuário Nacional de Nossa Senhora Conceição Aparecida - Brasil


A fé é muito curiosa...


224 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page