top of page
  • Foto do escritorcontatogilsonss

Jovens missionários. Batismo de mortos. Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos dias (Mórmons)

Atualizado: 31 de jan. de 2023


Jovens mórmons missionários
Jovens mórmons missionários

Não cometer nenhum excesso. Não beber álcool. Não beber nada que contenha cafeína (até mesmo a Coca-Cola, americaníssima). Não consumir drogas. Não fumar. Estas são as principais regras de vida dos Mórmons, os fiéis da Igreja de Jesus Cristo dos SANTOS DOS Últimos Dias.


Todo jovem fiel da Igreja, ao completar 19 anos poderá optar por ser um missionário, durante um período de tempo, em algum país ou localidade definido pela igreja. Eles são preparados cuidadosamente para a viagem. É ensinado a eles o idioma do país e técnicas de abordagem. Depois, cabe a eles se virar sozinhos, difundindo os princípios de fé contidos no Livro dos Mórmons e na Bíblia, ajudando as populações. Um trabalho verdadeiramente missionário. São meninos recatados, sorridentes, que vestem camisas brancas impecáveis, com seu livro debaixo dos braços.


Templo da Igreja em São Paulo - Brasil
Templo da Igreja em São Paulo - Brasil

A história da igreja começa em 1820 quando Joseph Smith, alegou que o anjo Moroni lhe revelou o local onde estariam escondidas as tabuletas de ouro com os dizeres de Deus. Em 1830, ele traduziu o Livro dos Mórmons que narra migrações de tribos perdidas de Israel para a América do Norte. Em 1840, Joseph Smith era um novo Moisés. Os mórmons foram duramente perseguidos pois sua igreja crescia rapidamente. Depois de sua morte, liderados por Brigham Young seu sucessor, os mórmons fogem de seus perseguidores e, no alto das montanhas rochosas, no deserto de Alvord, encontram um lago com água salgada. Se fixam alí, fundando a cidade americana de Salt Lake City (Cidade do Lago Salgado).

Para a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, a salvação se dá pelo Batismo. Os escolhidos serão os batizados e seguidores da igreja. Não se batiza bebês. A criança deve ter pelos menos 8 anos e conhecer a diferença entre o bem e o mal.

Batismo mórmon
Batismo mórmon

A Igreja aceita batizar quem está morto. É o batismo por procuração. Batiza-se alguém vivo, em nome de alguém que já está morto. Cerca de 200.000 pessoas mortas já foram batizadas por procuração, incluindo pessoas famosas e importantes como Buda e Eistein.

Para auxiliar as famílias no conhecimento de seus antepassados, criaram-se Centros de História da Família, locais especializados em mapear a árvore genealógica de famílias de todo mundo.


Centro de História da Família
Centro de História da Família

A igreja possui cerca de 17 milhões de adeptos em todo mundo. No Brasil são cerca de 1,3 milhões, atrás apenas dos EUA e México. No Brasil, a igreja possui 34 missões, cerca de 2.000 congregações mórmons e 350 Centros de História da Família.


151 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo
bottom of page