top of page
  • Foto do escritorcontatogilsonss

JERUSALÉM. A cidade três vezes santa

Capital de Israel, Jerusalém é uma das cidades mais antigas do mundo. Sua história registra que, pelo menos por duas vezes, foi praticamente toda destruída e reconstruída. Foi sitiada 23 vezes; capturada e recapturada outras 44 vezes. É considerada sagrada pelas três principais religiões abraâmicas: o judaismo, o cristianismo e o islamismo. O centro histórico de Jerusalém, onde se encontram os santuários das três religiões, foi declarado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO em 1981.



Jerushalayuim, a cidade santa para os judeus


Hoje, o Muro das Lamentações é o local mais sagrado do mundo para o judaismo. Diante dele, os judeus oram ao deus ADONAI ELOHIM. O muro é o que restou do terceiro Templo de Jerusalém. Por isso se lamenta; a inexistência do Templo de Jerusalém.



O primeiro templo foi construído por volta do ano 1000 a.C pelo rei Salomão, filho do rei Davi. Era o templo do deus único. Foi destruído por Nabucodonosor II em 586 a.C. O Segundo Templo foi construído pelo povo judeu quando do seu regresso a Jerusalém, depois de anos no cativeiro babilônico. Foi construído no mesmo local onde o Templo de Salomão existira antes de ser destruído. A construção foi autorizada e financiada pelo rei Ciro dos persas.



No século I a.C, Herodes, rei da Judeia remodelou o templo, buscando dar a ele o mesmo esplendor do primeiro construído pelo rei Salomão. Esta intervenção fez com que grande parte dos historiadores considerassem a remodelação como a criação do Terceiro Templo de Jerusalém. Porém, muitos judeus consideraram a remodelação como uma profanação. Herodes não era bem visto pelos judeus. O terceiro templo foi destruído no ano 70 d.C pelo general Tito quando os romanos capturaram a cidade santa. Restou o muro.



Hoje, em Israel, o judaismo é a religião do Estado, porém as outras religiões são aceitas e autorizadas. Porém, os judeus ortodoxos, conhecidos como "observantes", lutam para que Jerusalém seja uma cidade consagrada preferencialmente do judaismo. Para eles, como a Biblia diz, Israel pertence somente aos judeus, além deles serem seus fundadores e possuírem ancestrais como reis, profetas, herois, mártires e chefes guerreiros.


Al Qods, cidade santa para os muçulmanos


Em Jerusalém se encontra a Cúpula do Rochedo ou a Cúpula Dourada, construída no ano de 685 pelo califa Adbel Malek. É um dos locais mais sagrados do Islã e uma das grandes obras da arquitetura islâmica. O santuário foi construído onde teria sido o altar de sacrifícios usado por Abraão, Jacó e outros profetas; o monte Moriah. Dentro dele existe uma pedra ou um fragmento desse monte. Esse local sagrado é chamado de "umbigo do mundo", e nele se encontra a pedra que o deus Alá escolheu no jardim do paraíso para utilizar como fundação do universo. Crê-se que as almas de todos os profetas se acham num poço aberto debaixo da rocha, e ainda continuam alí orando.



A Cúpula do Rochedo marca também o local onde Burak, uma égua alada com a cabeça de uma mulher, trouxe o profeta Maomé. O profeta no momento de amarrar a égua na muralha, o animal bateu o pé no rochedo e saltou, dando início à Al Miraaj, a viagem que Maomé fez aos céus.



Jerusalém é a terceira cidade sagrada do Islã, depois de Meca, onde Maomé nasceu e Medina, onde ele morreu


Jerusalém, a cidade santa dos cristãos


Jerusalém é sagrada para os cristãos pois lá se encontram o Santo Sepulcro, túmulo de Cristo; o Monte das Oliveiras onde Jesus disse a seus discípulos o que iria acontecer com ele; e a Via-Crucis, o caminho percorrido por Jesus até sua crucificação.



Em Jerusalém Jesus entrou para pregar a Boa Palavra. Lá foi preso, julgado e condenado. Foi lá também que ele foi crucificado e ressuscitou.



A Basílica do Santo Sepulcro é uma construção maciça coroada por uma grande cúpula de pedra. Dentro dela se encontra uma pedra vermelha onde jorra água benta. Muitos a utilizam como meio de purificação e cura. É a PEDRA DA UNÇÃO. Neste local, acredita-se que o corpo de Cristo foi embalsamado.


Um deus único ou três deuses diferentes?


Essa é uma pergunta sem resposta precisa. Existem teólogos que acreditam que é um único deus. Outros dizem que o deus cristão e o deus judeu é o mesmo, enquanto o deus muçulmano é outro. Ainda existe aqueles que vem cada religião com seu próprio deus.



ADONAI ELOHIM para os judeus, DEUS PAI para os cristãos e ALÁ para os muçulmanos. Eles se expressam em diversas línguas; no hebraico dos judeus, no árabe do Alcorão e no latim, armênio e grego dos cristãos.


O que fazer de Jerusalém? Os judeus ortodoxos a querem só para si, os muçulmanos reinvidicam sua parte de acordo com sua história, e os cristãos procuram preservar o lugar do martírio de Jesus.


Como a fé é curiosa.....


286 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page