top of page
  • Foto do escritorcontatogilsonss

JAINISMO. A religião mais pacífica do mundo

Atualizado: há 7 dias

Profundo respeito a vida animal. Usar máscara e varrer o chão antes de pisar. Tudo para não prejudicar pequenos seres vivos.

Freiras jainas
Freiras jainas

Todo ser vivo é sagrado e deve ser respeitado. Os jainas (seguidores do jainismo) seguem a cultura e o comportamento da paz. Aplicam a chamada AHINSA ou a não-violência.

Sua alimentação básica é vegetariana (vegana para os jainas mais radicais). Excluem os tubérculos (batata, rabanete, beterraba, etc) pois são considerados sagrados. É comum vê-los usando máscara na boca para evitar que acidentalmente comam algum organismo vivo.

Não usam roupas ou adereços de origem animal como peles, couro ou botões de ossos.

Jainas em meditação
Jainas em meditação

O Jainismo possui uma vertente mais radical de fiéis chamados de DIGAMBARA. São homens (somente) que levam as regras, leis e ensinamentos muito a sério. Este grupo não usa nenhuma roupa e pouco comem pois estariam "roubando" o alimento de outro ser vivo. Utilizam uma vassourinha (veja na foto a seguir) para varrer o chão e retirar os seres vivos antes de pisarem.

Um Digambara e sua vassourinha para varrer o chão
Um Digambara e sua vassourinha para varrer o chão

A vida de um jaina é marcada pela renúncia aos bens e valores, visando o aperfeiçoamento espiritual. Vivem assim, da forma mais pura e simples possível, para que o KARMA não se instale em sua alma. Muitos jainas sobrevivem como pedintes.


Os jainas não acreditam em um deus central, criador e onipotente. TIRTHANKARAS são seres que alcançaram um estado de perfeição espiritual e são as principais entidades adoradas. Suas estátuas são feitas de mármore e estão espalhadas em todos os templos jainistas. Elas são frequentemente lavadas em rituais de adoração.

Estátua de um Tirthankara
Estátua de um Tirthankara

A maioria dos templos jainistas estão localizados no Rajastão, maior estado da Índia em área.

Templo jaina
Templo jaina

Para os jainas, o tempo é infinito e cíclico. Pode ser representado por uma roda dividida em seis partes idênticas (SANSARA). O tempo passa, a roda gira. Lentamente.....


Hoje estamos num período descendente da roda do tempo que é marcado pela degeneração humana e do mundo; pelo distanciamento espiritual e pelo excesso de problemas de existência.

Sansara - Roda do Tempo
Sansara - Roda do Tempo

986 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page