top of page
  • Foto do escritorcontatogilsonss

A IGREJA DO MONSTRO DO ESPAGUETE VOADOR. O pastafarianismo. Uma religião satírica.

A grande maioria das pessoas de todo mundo tem a fé, a religião e a espiritualidade como elementos preponderantes no desenvolvimento da vida. Isso acontece com os fiéis de todas as religiões. Porém, existe o outro lado. Pessoas que usam o lado cômico, gozador e irônico para construir e divulgar histórias religiosas satíricas que ganharam notoriedade.

Tendo a curiosidade como importante fator em todas as postagens do blog, FÉ CURIOSA mostrará uma série de movimentos considerados como RELIGIÕES SATÍRICAS ou IRÔNICAS. Nesta postagem, a primeira desta série, vamos conhecer o PASTAFARIANISMO, junção das palavras PASTA (massa) + RASTAFARI. O movimento possui milhares de seguidores em todo mundo, além de crenças, cultos e até mesmo escritura sagrada.

Mesmo utilizando ironias a outras religiões, o PASTAFARIANISMO é reconhecido como religião oficial na Holanda e na Nova Zelândia. Sua figura central é o Monstro do Espaguete Voador (Deus) o qual é invisível e indetectável. Ele criou o Universo, começando com uma montanha, árvores e um anão. Ele também implantou na Terra, todas as provas e evidências que comprovam a evolução natural da natureza e das espécies.


Vamos conhecer os principais aspectos do PASTAFARIANISMO, conforme sua literatura:


  • Toda sexta-feira é um feriado religioso;

  • Os "bons" pastafarianos, após sua morte, irão para um paraíso onde existe vulcões de cerveja e uma fábrica de strippers. Já, os "maus", deverão beber cerveja quente, sem alcóol e os strippers estarão sexualmente infectados;

  • Os PIRATAS são os pastafarianos originais. O pirata MOSEY (Séc. 19), foi escolhido pelo Monstro do Espaguete Voador para receber suas escrituras e recomendações;

  • As roupas de pirata são consideradas como vestimenta oficial dentro do movimento;

  • Adota-se o escorredor de macarrão como símbolo. Pessoas já conseguiram posar com um escorredor de macarrão na cabeça para as fotos em documentos oficiais, alegando ser um adorno sagrado, o que as coloca sob a proteção das leis de liberdade religiosa daquele local;

  • A literatura pastafariana possui um conjunto de 8 orientações que funcionam como os 10 mandamentos;

  • Em 2016, na Nova Zelândia foi realizado o primeiro casamento com as tradições pastafarianas.


COMO SURGIU


Bobby Hendersen, um físico norte-americano, em 2005, decidiu protestar contra o Conselho de Educação de Kansas, por permitir que as escolas do Estado ensinassem o CRIACIONISMO (Criação do universo, homem e natureza através de uma causa inteligente), em detrimento da SELEÇÃO NATURAL ou da TEORIA DA EVOLUÇÃO BIOLÓGICA.

Bobby então enviou uma carta aos membros do Conselho para expor suas críticas e disse que o CRIACIONISMO era tão admissível quanto a existência de um monstro do espaguete voador. O documento se tornou público. Virou fenômeno na Internet. Ganhou muitos seguidores, e pronto! Surgiu o movimento! Bobby então dá forma e contexto ao PASTAFARIANISMO.


O QUE FALAM SEUS SEGUIDORES


Os fiéis ao movimento dizem que sua igreja não deve ser entendida como uma piada ou como um grupo antirreligião, formado por ateus. Muitos seguidores não acreditam em todas as sátiras e conceitos. Se comparam a muitos católicos e evangélicos que não acreditam em tudo que a Bíblia contém.

Para eles, o PASTAFARIANISMO constitui uma religião válida e equiparável a qualquer outra. Ela possui crenças estruturadas, símbolos materiais, ritos, livro sagrado e milhares de seguidores ao redor do mundo. Assim, deve ser reconhecido e tratado como uma religião.


Como a fé é curiosa....








39 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page